Followers

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

A caminho de ser uma camisola...

Olá desde ontem, como mencionei para além de outros trabalhos começados ando a tentar fazer uma camisola. Tenho em "estoque" já há uns tempinhos este fio á espera de vaga. Gosto muito das cores mas é necessário um pouco de atenção pois o fio desfia-se com facilidade. Há que ter cuidado ao tecer as malhas para apanhar o fio por completo. Enfim! Como estou a precisar e uma camisola "meia estação" pensei em tentar trabalhar este fio a alta velocidade. Pois é, tentei e falhei! Aqui mostro a primeira tentativa:

Só depois de já ter feito tanto...

Cheguei á conclusão que não tinha largura suficiênte. Como isto pode ser possivel, não é? No começo eu "achei" que tinha malhas e ou largura que chegasse. Na minha opinião de iniciante acho que devo ter apertado muito as malhas e conclui também que este fio dá para trabalhar com uma agulha um pouco mais grossa. Assim sendo já comecei a segunda parte que irá passar a primeira visto que a primeira irá ser desmanchada. É chato porque eu não tenho muito tempo livre, mas nada de grave. Agora mostro o que já consegui fazer:

Com mais umas malhas e asseguir ao cós com uma agulha mais grossa...

Cá vou eu tentando dar avanço ao que espero que vá sair numa camisola. Gostaria de fazer com mangas reglan mas vamos ver o que o seguimento me irá aconselhar pois não estou com muita vontade em me aventurar por "mares desconhecidos". O tempo o dirá!
Por falar em tempo, se ontem esteve um dia maravilhoso hoje já teve que chuver até cairam uns farrapos de neve. Que tempo mais chato. Nada a fazer, melhores dias e mais quentes virão!

Chuva, chuva e mais chuva!

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

O prometido é devido!

Olá de novo, demorei a tirar as prometidas fotos com o cachecol. Foi hoje! Estou em casa, houve um dia de sol maravilhoso e o fotógrafo á disposição! Vamos lá então ver o cachecol colocado...

Variante n° 1

Variante n° 2

Variante n° 3 e a sombra do rapaz!

Gosto muito deste cachecol ficou com a largura perfeita e o comprimento também está optimo! Foi o primeiro mas não será o último. Tenho outro trabalho deste tipo em andamento mas não será para cachecol. É um trabalho muito fácil de fazer e o resultado muito giro e "desigual" quero dizer, pouco visto! Prometo que vos mostrarei (dentro de horas) uma futura camisola que comecei sem ter acabado o trabalho mistério aqui:

Também com fio para meias!

Por hoje deixo-vos um beijinho como sempre com muito carinho ;-)

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Acabei!....

O meu cachecol de riscas ao viés!
Olá, desta vez demorei uns "diazitos" até voltar a mostrar o final do meu trabalho. Aqui está ele:

Aqui do lado que foi começado....

Ao  começar pensei em fazer uma gola. O resto do fio das meias da Margarida não chegou. Tive que encomendar mais. Veio um novelo de 100 gramas (fio para um par de meias) para evitar mais restos de fio, fui tricotando até praticamente ao fim do novelo. Sobraram  só uns centímetros, quase nada. Posso dizer que foi um trabalho "delicioso" de fazer!  Tem 150 gramas de fio, 175 cm de comprido não ficou muito largo mas tem a largura suficiência para aquecer e comfortar nos dias mais frios.

Aqui dobrado, com as duas extremidades (começo e fim) bem visíveis

Não o cheguei a colocar para fotografar, tentei posicioná-lo como se tivesse ao pescoço embora não lhe tenha dado um nó!

Um cachecol diferente!

Estou satisfeita com o resultado e por ter mais trabalho terminado. Continuo com o trabalho"cores do pantanais" que por agora só direi que é um pouco mais largo mas ficará muito mais pequeno! Quem adivinha o que será? Bom, eu ainda não tenho a certeza se o que idealizei realmente ficará bem. Primeiro tenho que o acabar e depois fazer a experiência. Como não consigo acabar com o vicío de começar novos trabalhos sem antes acabar o tenho em mãos, comecei uma camisola "expresso". Chamei-lhe assim pois espero fazê-la rápido. Por esta e outras razões talvez nas próximas semanas esteja um pouquinho "ausente".  Sempre que poder faço a minhas visitas, prometo!
Beijinhos sempre com muito carinho e amizade. *rosarinho*


sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Gola ou Cachecol....

Olá que bom que esta semana tenho vindo aqui todos os dias. Hoje mostro a continuação da gola ou cachecol ainda não sei bei como irá terminar. Mostrei aqui como estava a utilizar os restos do fio que das meias da Margarida. Cheguei bem rápido á conclusão que o resto não chegava para o que eu tinha imaginado. Tive que encomendar mais lã. Chegou antes de ontem e já fiz um bocadinho bom...

Fiz das "pontinhas" para cima!

Estou a gostar mesmo muito do efeito! Até dá gosto fazer este trabalho. É sempre á andar! Quase que não é preciso tomar atenção....Só no início de uma das carreiras onde tenho que apanhar duas malhas juntas e ao fim nesta mesma volta tenho que aumentar uma malha para que o efeito e o número de malhas se mantenha. Na volta seguinte é só tricotar sem aumentos nem remates.

Murano o nome deste fio... da Buttinette!

Aqui visto de cima

Começado com duas malhas

Como gosto tanto deste tipo de trabalho comprei há dias um outro novelo com cores "de pântano" como disse o rapaz!  Ía a passar numa das muitas lojas onde se vende fios e gostei muito deste novelo que vos mostro.

Este da marca Regia, também muito boa
Gostos não se descutem e eu gosto destas cores "pântanais". Comecei o trabalho como o de cima, mas para outro efeito. Ainda não vos direi desta vez o que tento fazer, talvez alguém adivinhe...

"Já está deste tamanho"....

Os castanhos aqui parecem mais preto

Aqui com a largura final. Como se pode ver na foto em baixo á direita já vou a tricotar "a direito", isto é não aumentarei mais dos dois lados. As agulhas que estão neste trabalho prendem muito as malhas. Estas não deslizam com mesma facilidade das agulhas da gola. Por um lado é bom, porque assim terei que acabar a gola ou cachecol para depois continuar com este trabalho mistério. Gostaria muito que desse certo o que idealizei... Caso contrário uma outra utilidade lhe darei!
Jinhos & Jocas da *rosarinho*

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Final da meia para a mãe!

Olá, tem sido uma semana muito produtiva, é porque estou uns dias em casa de férias (velhas) e tenho dado ao dedo e ás agulhas. Sim, a última meia para a mãe já está calçada. Para total satisfação e conforto da  minha mãe, que muito estimo e do coração agradeço tudo o que em toda a sua vida vez por mim. E ainda faz! A companhia de mãe é a melhor do mundo. Obrigada mãe!
Vamos lá agora a fotos:

Cá estão as famosas meias já nos pés!






Mesmo com aquecimento central toda a roupa é pouca...


E esta última para mostrar que o calcanhar assenta "que nem uma luva"

Mais um par terminado, mas.... ontem chegou mais material para o enorme estoque que já tinha. Aviso, isto de tricotar meias pode tornar-se viciante! Desta vez mandei vir mais lã para continuar a gola e umas lãs de efeito natalício. Sim, natalício! Eu gostei muito das fotos que vi e as críticas das clientes que já compraram são todas muito positivas. Acho que talvez até venha "a inventar" maneira de utilizar um ou outro novelo sem ser em meias. 
Beijinhos sempre com muito carinho *rosarinho*

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Calcanhar, terceira parte!

Olá, desta vez vou tentar explicar como faço a última parte do calcanhar. Acabado o capuchinho ficamos com 12 malhas (das 32) numa só agulha. 

 As 12 malhas na agulha marcada a vermelho

Seguidamente vamos colocar 6 destas malhas numa quarta agulha.

Agora teremos que pegar na quinta e última agulha

 Neste momento temos na parte da frente duas agulhas com 16 malhas cada uma. No calcanhar (na parte de trás) só temos 6 malhas em cada agulha. Agora tem que se colocar mais malhas nestas duas agulhas.
Voltamos a tricotar em círculo!!!
Para ajudar melhor a compreender vostro-vos um vídeo (em alemão) onde se pode ver muito nitidamente o tento explicar com as fotos aqui. Para demonstrar a senhora fez com uma cor contrastante. Eu como estou a fazer já a meia não o pude fazer. Continuei com a lã da meia.

Coloquei esta pecinha para mostrar que comecei a ir apanhar as malhas.

Encontramos o espaço que subiu no calcanhar onde se encontram as 3 malhas em tricô.
Iremos apanhar as 15 malhas que precisamos até chegar á primeira agulha que mantém as 16 malhas (parte da frente)!

Apanhei 15 malhas...que irei passar para a agulha de tricô (das meias)!

Bom, se tinha 6 malhas e apanhei mais 15 = 21. Não foi engano, tem que se apanhar mais malhas do que a que se remataram (10) para acompanhar o formato do pé!

Chegamos á parte da frente da meia...

Desta forma agora iremos tricotar as 16 malhas que tinham ficado para trás numa das agulhas. Seguidamente do mesmo modo com a segunda agulha.

Coloquei este alfinete em amarelo    para marcar a parte da frente 
 sem juntar as duas partes!
Tirei a foto com a folha a tapar a outra parte para facilitar o entendimento. Nesta altura já trabalhamos as duas agulhas com 16 malhas cada  que esperaram que o calcanhar estivesse pronto.
Na parte do  calcanhar coloquei um alfinete azul para ajudar na orientação.

  Atrás alfinete em azul

Agora passamos para a parte do calcanhar (parte de trás). Encontramos o segundo espaço que subiu no calcanhar onde se encontram as outras 3 malhas em tricô.
Teremos que ir apanhar aqui também 15 malhas

As 15 malhas ainda na agulha de croché que passarei já de seguida para a de tricô

Tirei esta foto propositadamente para tentar facilitar a demonstração. Pode-se e deve-se ir buscando a malha com a agulha de croché e colocá-la logo na agulha de tricô. É mais simples e rápido!

Chegamos finalmente ás últimas restantes 6 malhas (metade do calcanhar)

Aqui ainda estão as malhas na agulha de croché! Lamento não cheguei a tirar uma foto com as malhas já agulha de tricô...Sorry!

As duas agulhas do calcanhar (agora com 21 malhas cada) com a malhas já tricotadas!

Chegamos ao final da volta...O fio está acima das pontas iniciais!





Continuamos com a parte da  Frente alfinete em amarelo.
16 malhas - 16 malhas

Passagem da parte da frente para a parte de trás!

 Vamos começar a rematar!

 Parte de trás alfinete azul
*-Remate = Apanham-se juntas as duas primeiras malhas da primeira agulha. Tricotam-se as restantes 19 malhas.
*-Na segunda agulha tricotam-se 19 malhas  as duas úlimas apanham-se juntas = Remate.
Seguidamente tricotam-se as duas agulhas da parte da frente (alfinete amarelo).

Chegamos novamente á parte de trás alfinete azul
*-Remate = Apanham-se juntas as duas primeiras malhas da primeira agulha.Tricotam-se as restantes 18 malhas.
*- Tricotam-se 18 malhas e novamente as duas últimas apanham-se juntas = Remate.
Novamente tricotam-se as duas agulhas da parte da frente (alfinete amarelo).

 Parte de trás alfinete azul
 *-Remate = Apanham-se juntas as duas primeiras malhas da primeira agulha.Tricotam-se as restantes 17 malhas.
*-Tricotam-se 17 malhas e novamente as duas últimas apanham-se juntas = Remate.
Novamente tricotam-se as duas agulhas da parte da frente (alfinete amarelo).

 Parte de trás alfinete azul
 *-Remate = Apanham-se juntas as duas primeiras malhas da primeira agulha.Tricotam-se as restantes 16 malhas.
*-Tricotam-se 16 malhas e novamente as duas últimas apanham-se juntas = Remate.
Novamente tricotam-se as duas agulhas da parte da frente (alfinete amarelo).
 
 Parte de trás alfinete azul
 *-Remate = Apanham-se juntas as duas primeiras malhas da primeira agulha.Tricotam-se as restantes 15 malhas.
*-Tricotam-se 15 malhas e novamente as duas últimas apanham-se juntas = Remate. 
Fim dos remates.     VOLTAMOS A TER 16 MALHAS EM CADA AGULHA! 

Continuamos a trabalhar em círculo sem qualquer alteração até termos o tamanho suficiente para começar a fazer o bico do pé. Até lá bons resultados e nada de desanimar!
Beijinhos com muito carinho *rosarinho*

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Calcanhar, Segunda Parte....

Bom dia, hoje irei mostrar como faço a segunda parte do calcanhar. O "famoso" capuchinho. Mostro de novo o final da primeira parte:

A parte de fora da peúga!

Agora um pouco de matemática!
Estas 32 malhas irão ser dividas em 3 partes: 
 * 10 malhas      -      12 malhas     -     10 malhas*.
 Fiz um esquema para ajudar, pelo menos assim o espero!

Ainda tudo muito confuso? É bem mais fácil do que parece!
 Vamos começar de novo pelo lado de dentro da meia (a parte toda feita em tricô). 

Começamos do lado do avesso!

Chegou a altura de começar a rematar e será uma só malha em cada volta.

*1- Fazemos 21 malhas em tricô. Agora com a vigésima segunda malha (22) apanhar duas malhas em tricô, primeiro remate. Deixar as restantes 9 malhas na agulha e virar.

*2- Viramos a agulha e fazemos 11 malhas em meia com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em meia, (ou seja  a décima segunda malha + uma malha das que ficaram para trás) segundo remate. Deixar as restantes 9 malhas na agulha e virar.

*3- De novo do lado de dentro da meia fazemos 11 malhas em tricô e com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em tricô, terceiro remate. Deixar as restantes 8 malhas e virar.

*4- Fazemos agora 11 malhas em meia  com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em meia, quarto remate. Deixar as restantes 8 malhas e virar.

*5- Fazer 11 malhas em tricô e com a com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em tricô, quinto remate. Deixar as restantes 7 malhas e virar.

*6- Fazer 11 malhas em meia e com a com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em meia, sexto remate. Deixar as restantes 7 malhas e virar.

*7- Fazer 11 malhas em tricô, com a com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em tricô, sétimo remate. Deixar as restantes 6 malhas e virar.

*8- Fazer 11 malhas em meia e com a com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em meia, oitavo remate. Deixar as restantes 6 malhas e virar.

*9-  Fazer 11 malhas em tricô e com a com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em tricô, nono remate. Deixar as restantes 5 malhas e virar.

*10- Fazer 11 malhas em meia e com a com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em meia, décimo remate. Deixar as restantes 5 malhas e virar.

*11- Fazer 11 malhas em tricô e com a com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em tricô, décimo primeiro remate. Deixar as restantes 4 malhas e virar.

*12- Fazer 11 malhas em meia e com a com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em meia, décimo segundo remate. Deixar as restantes 4 malhas e virar.

*13-  Fazer 11 malhas em tricô e com a com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em tricô, décimo terceiro remate. Deixar as restantes 3 malhas e virar.

*14-Fazer 11 malhas em meia e com a com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em meia, décimo quarto remate. Deixar as restantes 3 malhas e virar.

*15- Fazer 11 malhas em tricô e com a com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em tricô, décimo quinto remate. Deixar as restantes 2 malhas e virar.

*16- Fazer 11 malhas em meia e com a com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em meia, décimo sexto remate. Deixar as restantes 2 malhas e virar.

*17- Fazer 11 malhas em tricô e com a com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em tricô, décimo sétimo remate. Deixar a última malha e virar.

*18- Fazer 11 malhas em meia e com a com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em meia, décimo oitavo remate. Deixar esta última malha também e virar.

*19- Fazer 11 malhas em tricô e com a com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em tricô, ou seja a última malha da  agulha da esquerda. Décimo nono remate. Virar!

*20- Fazer 11 malhas em meia e com a com a décima segunda malha (12) apanhar duas malhas em meia, isto é apanha-se a última malha. Vigésimo e último remate. 
Vejamos agora algumas fotos!

Capuchinho terminado!

De outro ângulo...

Agora com o meu dedo indicador dentro

Final da segunda parte. Que tal, deu para entender o sistema do remate? Com o tempo fui descobrindo alguns truques que facilitam o tricotar mas não os coloquei para evitar confusão.
Caso ainda surjam dúvidas de boa vontade cá estarei para explicar e ajudar. Por hoje já chega, coragem para a terceira e última etapa do calcanhar. Resto de um bom dia bem passado . 
Beijinhos amigos da *rosarinho*

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Calcanhar...

da segunda meia para a mãe.
Olá de novo gente de bem. Tenho recebido vários comentários de leitoras que se lamentam por ainda não saberem fazer o calcanhar da meia. Vou tentar explicar de um modo muito "primitivo" visto que não tenho um programa com folhas quadrículadas. Do modo que eu faço pode-se dizer que o calcanhar é feito em três partes. Hoje mostrarei a primeira parte.
*Eu coloco 16 malhas em cada agulha X 4 = 64.
* Quando a  "perna da meia" tiver a altura desejada dou início ao calcanhar.
*Com as pontas do começo do lado esquerdo (como se vê na foto) ou seja a lã que vem do novelo está acima das pontas. 

Vejam as setas a preto!

*Apartir de agora vão-se trabalhar só metade das malhas.
*Para facilitar pode-se colocar as 32 malhas numa só agulha.

Dá bem para se ver!

*Agora estas 32 malhas irão ser tricotadas alternadamente pelo lado de trás (em tricô) e pelo lado da frente ( em meia ).
*Vira-se a peúga, ou seja com a parte de dentro da peúga virada para mim,  tricota-se a primeira volta toda em tricô.

Fiz este esquema que espero que ajude a entender! Corresponde ás 32 malhas

 * Ao chegar ao final da primeira volta , vira-se de novo a agulha , vai-se trabalhar a segunda volta  em meia.
*Mas.... para facilitar a contagem faz-se no início e no final da carreira 3 malhas em meia ( no esquema as 3 XXX).
* Resumindo 1. volta e todas as impares todas as malhas em tricô!
*2. volta e todas as pares 3 malhas em tricô,  26 malhas em meia, 3 malhas em tricô.
*No total serão 24 voltas. 

 *Do lado da frente ficarão 12 "carreiras" com as três malhas de tricô. Quem não entender por favor conte as carreiras no esquema com as três XXX.

Dá para ver as três malhas em tricô debaixo do meu polegar?

 Mostro mais uma foto desta primeira parte já terminada. Final da primeira parte!

As 32 malhas na agulha debaixo do meu dedo ....

Já estão bem mais acima das que ficaram "para trás". Tentei explicar o mais simples possivel... Mas bem sei que para quem nunca tenha feito uma meia possa ser um terrível quebra-cabeças.  É muitísso mais fácil, estando a pessoa ao lado a explicar. Como neste momento não me é possivel espero que esta primeira parte vos possa ser útil. Ficaria contente se assim fosse!
Em breve mostro como faço o "carapucinho", a parte seguinte do calcanhar.
Beijinhos com muito carinho